Arquivo de tag PISO SALARIAL

CCT 2021/2023 FOI ACORDADA ENTRE DROGARIAS E FARMACÊUTICOS DE RONDÔNIA

Aconteceu na tarde desta Quarta-Feira de Cinzas (17), a primeira e única rodada de negociações entre o sindicato dos Farmacêuticos e a representação patronal das farmácias e drogarias no Estado de Rondônia.

Uma reunião tensa, com mais de 2 horas de duração, as partes chegaram a um consenso para estabelecer a Convenção Coletiva de Trabalho, que terá vigência a partir do dia 1º de fevereiro de 2021 até 31 de janeiro de 2023.

A CCT terá vigência de 2 anos, porém, as cláusulas econômicas, terão duração de 1 ano.

PISO SALARIAL / REAJUSTE

O piso salarial da categoria terá o reajuste de 4,5%, passando dos atuais R$ 3.531,84, para R$ 3.690,77, para a jornada de 44 horas semanais. Os pisos salariais das demais jornadas serão proporcionais para 36h, 24h e 20h.

JORNADA 12 X 36

A jornada de 12×36, foi o ponto mais polemico da reunião. Com argumentos de ambas as partes, a jornada especial de trabalho, será tratada por meio de acordo coletivo de trabalho, apenas com a empresas que tiverem interessem na implantação dos plantões. Não será mais permitida, sem a devida regulamentação.

CONTRACHEQUES

Foi acordado entre as partes que os comprovantes de pagamento, conhecidos como contracheques, poderão ser feitos por meio eletrônico.

TICKET ALIMENTAÇÃO

O ticket alimentação, também será reajustado em 4,5%, passando de R$ 19,76 para R$ 20,65. E de R$ 14,00, para R$ 14,63, para quem realiza as jornadas de 44h e 36h, respectivamente.

Será lavrada a ata da reunião pelos presentes, e depois o texto da CCT 2021/2023, será encaminhada para registro no sistema mediador.

Da redação.

Divulgação da CCT-2018/2019 e sobre a Contribuição Assistencial

A nova Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), 2018/2019, era para ter sido acordada a tempo de entrar em vigor desde 1º de fevereiro de 2018, mas infelizmente houve forte resistência dos donos de farmácias, representados pelo sindicato patronal SINFARMÁCIA.

Tal situação provocou sucessivos atrasos e adiamentos, depois duas mediações na Superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego e em seguida o ajuizamento do Dissídio Coletivo no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

O principal impasse foi a questão do vale alimentação, que os patrões insistiram o tempo todo em acabar com o benefício para quem tem jornada de 36 horas, justamente o maior seguimento da categoria. Essa postura teve como base a reforma trabalhista em vigor, que permite a extinção ou diminuição de direitos; entretanto, o SINFAR, a Federação FEIFAR e a assessoria jurídica, mantiveram sempre a postura de não aceitar nenhum retrocesso.

Em 03/07/2018, após duas mediações no TRT, finalmente foi intermediado um acordo pelo presidente do Tribunal e pelo Ministério Público do Trabalho contemplando, dentre outros pontos, o seguinte:

– Reajuste de 3,003%, para uma inflação de 1,87% do período, representando ganho real de 1,13%, retroativo a 1º de fevereiro;
– R$ 19,00 de vale alimentação por dia trabalhado jornada 44h, com um aumento de 15,29%, retroativo a 1º de fevereiro;
– R$ 13,50 de vale alimentação por dia trabalhado jornada 36h, um aumento de 22,84%, retroativo a 1º de fevereiro;
– Gratificação de farmacêutico gerente de 25% para 40%.

Outro ponto importante foi a inclusão da cláusula de Contribuição Assistencial, no percentual de 3%, descontada uma única, no mês de agosto de 2018. Essa contribuição é fundamental para a manutenção e funcionamento do SINFAR, principalmente porque temos um baixíssimo número de filiados e este ano foi extinta a Contribuição Sindical que seria descontada no mês de março.

O farmacêutico e farmacêutica que entenderem que este desconto não é justo e necessário, poderá se opor, no prazo de 10 dias, contados deste 25/07/2018. Todavia ressaltamos que sem esta contribuição, dificilmente teremos condições de ter um Sindicato atuante e de resistir ao intento patronal de reduzir direitos na próxima Convenção. Lembrando que a atual CCT só tem validade até 31 de janeiro de 2019, a partir desta data todo e qualquer direito poderá ser mantido ou não.

INFORMATIVO SINFAR-RO – segue o Informativo SINFAR-RO, de julho de 2018, com matéria explicativa sobre a Contribuição Assistencial, na capa página 1; a íntegra da nossa Convenção Coletiva, nas páginas 2 e 3; e ao final a campanha de filiação ao SINFAR, na página 4.

jornal-sinfar-julho-2018.PDF

Presidente Médici-RO, 25 de julho de 2018.

A DIRETORIA DO SINFAR-RO