Arquivo de tag PCCS

COMISSÃO DE SAÚDE DISCUTE COM SERVIDORES E GOVERNO REAJUSTE SALARIAL

Aconteceu na manhã desta terça-feira, 20, uma reunião extraordinária da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Rondônia para dar sequência nas tratativas sobre o aumento de salário e o Plano de Cargos, Carreira e Salário (PCCS) dos servidores da saúde do Estado.

Coordenada pelo deputado estadual Dr. Neidson (PMN) a reunião contou com a presença de representantes das diversas categorias dos servidores da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), bem como da Secretária de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão Beatriz Basílio Mendes e do procurador Thiago Denger Queiroz.

Na pauta das discussões estava novamente o plano de Carreira e o reajuste salarial dos servidores, que já foi motivo de greve recente da categoria.

Os Farmacêuticos foram representados pela Dra. LERIDA MARIA DOS SANTOS VIEIRA, Vice-Presidente do Sindicato dos Farmacêuticos, que vem participando de todas as reuniões em defesa da categoria.

“A nossa participação tem sido fundamental para o andamento dos trabalhos, o Governo apresentou a situação, e nós apresentamos as reivindicações das categorias. Nosso intuito não é inviabilizar o Governo, mas garantir uma carreira justa para nossos profissionais”, afirmou.

Uma nova reunião foi convocada para a próxima sexta-feira, 23, às 10 horas, no Palácio Rio Madeira, para dar sequência às tratativas e iniciar os trabalhos da comissão a ser formada entre os representantes dos sindicatos e os servidores da SEPOG e SESAU no que diz respeito aos cálculos de reajuste e Plano de Cargos, Carreira e Salário (PCCS) dos servidores da saúde estadual.

Fonte: Sinfar/RO, com informações do site rondoniaovivo.com/

Instagram: @sinfarrondonia
Canal do Sinfar/no Telegram: t.me/sinfarro

Servidores de Saúde ameaçam paralisar serviços após decisão do Governo de RO

Profissionais estão revoltados após o governo aumentar gratificação dos médicos em até R$ 15 mil e os demais servidores receberem R$ 800,00.

A notícia sobre o aumento da gratificação para os servidores que trabalham na linha de frente de combate ao coronavírus, parece que não agradou a todos esses profissionais.

Isso porque, segundo alguns, o Governo de Rondônia deu um aumento enorme no benefício para os médicos e ‘mixaria’ para o restante.

No documento, publicado nesta quarta-feira (24), o governo estadual beneficia com um valor que vai de R$ 800 à R$ 15 mil, todos os profissionais de saúde de Rondônia.

Um projeto de Lei aprovado pela Assembleia Legislativa, em janeiro deste ano, gratificava os médicos em até 5 mil, dependendo da área de atuação e carga horária e em R$ 300 para os demais servidores.

Agora, o novo projeto também aprovado pela Casa de Leis, aumentou o valor recebido pelos profisisonais.

Para os doutores Intensivistas que atuam nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), com um grau de dificuldade altíssimo, a gratificação triplicou e passou de 5 para R$ 15 mil.

Já para os médicos Generalistas, que trabalham exclusivamente nas UTIs, o valor é de R$ 10 mil.

Para o restante dos profissionais, de nível fundamental, médio e superior, o auxílio do governo, limitou-se em R$ 800,00.

Ameaça de paralisação

Segundo a vice-presidente do Sindicato dos Farmacêuticos de Rondônia, Lerida Vieira, a ação do governo é estarrecedora.

“A gente fica triste com essa postura do Governo. Quando eles dão uma gratificação de R$ 800 pra gente, está muito claro que o governo não reconhece que o sistema funciona com os serviços dos outros profissionais e não só dos médicos”, declarou.

A vice-presidente diz ainda entender que os médicos recebam o valor dado, mas que os demais profissionais também recebam o justo.

“Não temos nada contra os médicos, agora os demais profissionais terem uma gratificação de R$ 800 é uma falta de respeito”, afirma.

Ainda de acordo com Lerida, todos os sindicatos em defesa da saúde, irão se reunir até a próxima sexta-feira (26), para decidir que postura irão tomar.

Ela prometeu,que, caso o governo mantenha essa decisão, os servidores de saúde irão paralisar os serviços.

Fonte: https://rondoniaovivo.com/noticia/geral/2021/03/24/revolta-servidores-de-saude-ameacam-paralisar-servicos-apos-decisao-do-governo-de-ro.html