Arquivo de tag 2021

FARMACÊUTICOS E PROPRIETÁRIOS DE DROGARIAS FAZEM A PRIMEIRA REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO DA CCT 2021

Na tarde desta quarta-feira (17), acontecerá a primeira reunião de medicação entre os Farmacêuticos e a representação patronal das farmácias e drogarias no Estado de Rondônia.

A reunião será para ajustar as propostas enviadas pela categoria profissional e a contraproposta enviada pela representação patronal.

Entre os pontos divergentes, estão as escalas de plantão 12 x 36. Os Farmacêuticos querem a exclusão dessa modalidade, sob a alegação de que os patrões não respeitam o limite semanal de 44 horas da jornada de trabalho e nem o descanso semanal previsto no artigo 67 da CLT.

A categoria profissional propôs 5% de reposição salarial, para compensar as perdas inflacionárias do último ano. A representação patronal, por sua vez, fez a contraproposta de, apenas 2,5%.

Segundo Presidente do Sindicato dos Farmacêuticos, Antônio de Paula Freitas Junior, “A contraproposta patronal demonstra claramente que eles não estão levando as negociações a sério. O IBGE publica mensalmente, o INPC e a representação patronal vêm com uma reposição bem abaixo da inflação!?! Só pensam em lucro e explorar os trabalhadores”.

DATA BASE.

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª região, acatou o pedido de garantia da data base da categoria, que venceu no dia 1º de fevereiro. “Como a representação patronal não apresentou a contraproposta e nem garantiu a prorrogação da data base, tivemos que adotar as medidas necessárias para proteger os interesses da categoria junto a justiça do trabalho”, finalizou Freitas Junior.

Da redação.

FARMACÊUTICOS DE DROGARIAS DE RONDÔNIA REALIZAM ASSEMBLEIA VIRTUAL PARA DEFINIR PAUTA DA CCT.

Na última sexta feira (8), os Farmacêuticos de Rondônia, que trabalham em drogarias participaram de Assembleia Geral Extraordinária Virtual para deliberar a pauta de reivindicações da CCT 2021.

Dentre as propostas aprovadas está o fim dos plantões de 12×36 horas e o aumento no valor do auxílio alimentação.

A pauta será encaminhada para a representação patronal na próxima semana, que deverá apresentar contraproposta em até 10 dias.

Segundo o presidente do sindicato dos Farmacêuticos, Antônio de Paula Freitas Junior, a PANDEMIA do novo coronavírus causou grandes prejuízos para o comércio, porém, as farmácias e drogarias tiveram aumento das receitas. Novas lojas foram abertas e o mercado Farmacêutico se expandiu, não havendo motivo para dificuldades nas negociações.

A data base da categoria será em 1° de fevereiro. “Tempo suficiente para chegarmos a um texto final da CCT” finalizou o Freitas Junior.

Da Redação.