Farmacêuticos encaminham proposta para sindicato patronal do segmento hospitalar

Farmacêuticos encaminham proposta para sindicato patronal do segmento hospitalar

Aconteceu no último dia 23 de março, uma assembleia geral extraordinária dos farmacêuticos do segmento hospitalar do estado de Rondônia.

A categoria deliberou a pauta de reivindicações como objetivo de iniciar as tratativas da Convenção Coletiva de Trabalho para os Farmacêuticos e os proprietários de hospitais, clínicas e laboratórios no Estado de Rondônia.

Os Farmacêuticos solicitam um piso salarial de R$ 4.500, além de outros benefícios e adicionais previstos em lei.

A regulamentação na relação de trabalho, por meio de norma coletiva, gera segurança jurídica para profissionais e empregadores, reduzindo as denúncias aos órgãos de fiscalização do trabalho e desgastes na justiça trabalhista, portanto traz benefícios para as ambas as partes.

A pauta de reivindicação já foi enviada para a representação patronal. A categoria aguarda realização de assembleia dos patrões que irão elaborar uma contraproposta e enviar para o sindicato profissional.

A depender da contraproposta, as negociações podem avançar, caso contrário, serão adotadas outras medidas administrativas e judiciais para se chegar há uma convenção coletiva de trabalho.

Para o Presidente do Sindicato dos Farmacêuticos, Antônio de Paula Freitas Júnior, “O segmento patronal hospitalar não teria motivos para questionar as propostas encaminhadas, já que todos os parâmetros legais foram adotados para a elaboração das cláusulas”.

O Sindicato dos Farmacêuticos já possui uma convenção coletiva com o segmento do comércio varejista. Entretanto, o segmento hospitalar, por ser uma atividade totalmente divergente do comércio varejista, necessita de uma regulamentação própria.

Da redação.

Sobre o Autor

Admin administrator