FARMACÊUTICOS E PROPRIETÁRIOS DE DROGARIAS FAZEM A PRIMEIRA REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO DA CCT 2021

FARMACÊUTICOS E PROPRIETÁRIOS DE DROGARIAS FAZEM A PRIMEIRA REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO DA CCT 2021

Na tarde desta quarta-feira (17), acontecerá a primeira reunião de medicação entre os Farmacêuticos e a representação patronal das farmácias e drogarias no Estado de Rondônia.

A reunião será para ajustar as propostas enviadas pela categoria profissional e a contraproposta enviada pela representação patronal.

Entre os pontos divergentes, estão as escalas de plantão 12 x 36. Os Farmacêuticos querem a exclusão dessa modalidade, sob a alegação de que os patrões não respeitam o limite semanal de 44 horas da jornada de trabalho e nem o descanso semanal previsto no artigo 67 da CLT.

A categoria profissional propôs 5% de reposição salarial, para compensar as perdas inflacionárias do último ano. A representação patronal, por sua vez, fez a contraproposta de, apenas 2,5%.

Segundo Presidente do Sindicato dos Farmacêuticos, Antônio de Paula Freitas Junior, “A contraproposta patronal demonstra claramente que eles não estão levando as negociações a sério. O IBGE publica mensalmente, o INPC e a representação patronal vêm com uma reposição bem abaixo da inflação!?! Só pensam em lucro e explorar os trabalhadores”.

DATA BASE.

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª região, acatou o pedido de garantia da data base da categoria, que venceu no dia 1º de fevereiro. “Como a representação patronal não apresentou a contraproposta e nem garantiu a prorrogação da data base, tivemos que adotar as medidas necessárias para proteger os interesses da categoria junto a justiça do trabalho”, finalizou Freitas Junior.

Da redação.

Sobre o Autor

Admin administrator